RADIOCORREDOR: Nas ondas do rádio com Chiquinha Gonzaga

Translate

RADIO CORREDOR - MONTAMOS A SUA willian.radio@gmail.com

TENHA SUA PRÓPRIA RÁDIO. MANDE UM WHAT´S UP 21 982240993
MONTAMOS A SUA RÁDIO, ENSINAMOS A OPERAR.

INVESTIMENTO: R$ 99,00 ÚNICO PARA INSTALAÇÃO E R$ 26,00/ MÊS. Também instalamos sua "rádio de poste" valores comerciais sem absurdos. Quer investir em rádio, fale conosco. VOCÊ MESMO OPERA E COLOCA EM SEU BLOG.

Acesse: https://www.facebook.com/CRIARMINHARADIO

sábado, 13 de abril de 2013

Nas ondas do rádio com Chiquinha Gonzaga


Alexis Peixoto - repórter

Na frequência modulada do rádio, Chiquinha Gonzaga vive. A compositora, pianista e regente brasileira é o tema do espetáculo “Nas Ondas do Rádio com Chiquinha Gonzaga”, que a trupe mossoroense Cia. Bagana de Teatro apresenta neste domingo, em Natal, às 20h, na Casa da Ribeira, como parte da programação do Circuito Cultural. Muito mais que uma simples biografia, o musical utiliza a estrutura de um programa de rádio encenado ao vivo pelos atores para narrar os aspectos mais importantes da vida e obra de Chiquinha Gonzaga, primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil. O espetáculo foi contemplado pelo Programa de Cultura 2012 do Banco do Nordeste/BNDES, e rendeu uma versão em CD com 20 faixas – que será distribuído gratuitamente no dia do espetáculo.
DivulgaçãoEspetáculo de teatro e música conta a trajetória da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga, a partir de um programa de rádioEspetáculo de teatro e música conta a trajetória da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga, a partir de um programa de rádio

Segundo a diretora e roteirista do espetáculo, Joriana Pontes, a opção pelo formato pouco convencional foi uma opção do grupo desde os primeiros estágios da produção e pesquisa. “Não queríamos simplesmente fazer uma peça “com” Chiquinha Gonzaga, em que ele aparecesse como personagem”, explica. “A nossa ideia era fazer um espetáculo “sobre” ela, ressaltando as qualidades que a tornam pioneira na cultura brasileira”.

“Nas Ondas do Rádio com Chiquinha Gonzaga” se passa nos estúdios de uma rádio fictícia, precisamente no dia 28 de fevereiro de 1935, data do falecimento da pianista. A rotina na rádio começa normal, com a transmissão de um informativo sobre Chiquinha Gonzaga. A reviravolta ocorre quando, no meio do programa, a emissora recebe a notícia da morte da compositora. A partir daí, as atrações regulares da emissora - incluindo a rádio-novela, o noticiário e os números musicais - vão se sucedendo para homenagear diversos aspectos da trajetória da artista.

Durante o espetáculo, 14 composições originais de Chiquinha Gonzaga são executadas ao vivo pelo duo Joab Willyamis (piano) e Hallysson Dantas (flauta) e interpretadas pelos atores-cantores Ana Carla Azevedo, Jakelina Martinelle, Leonardo Wagner e Célio Menezes. A diretora Joriana Pontes – que interpreta uma radialista no espetáculo - ressalta que, além da biografia de Chiquinha Gonzaga, a pesquisa musical foi uma grande preocupação do grupo. “Tivemos a precaução de retratar no espetáculo a variedade dos estilos que ela tocou, como a polca, o maxixe, tango brasileiro e o choro”.

“Nas Ondas do Rádio com Chiquinha Gonzaga” tem direção musical de Claudia Azevedo Max e produção executiva de Jean Custo e Gledson Lopes.

Distribuição gratuita

Graças à inclusão de “Nas Ondas do Rádio com Chiquinha Gonzaga” no edital de Cultura do BNB/BNDES, o grupo produziu um CD com 20 faixas, contendo a íntegra do musical. O disco tem tiragem de mil cópias e será distribuído gratuitamente entre a plateia durante apresentação do espetáculo. “A ideia é que o público possa levar para casa tanto as músicas quanto as esquetes do espetáculo”, diz Joriana Pontes.

Após se apresentar em Natal, a Cia. Bagana leva o espetáculo para Mossoró, na próxima terça-feira (16), no Teatro Dix-Huit Rosado.

Próximos projetos

Na ativa desde 2006, a Cia. Bagana de Teatro tem tradição de usar figuras históricas como personagem. Depois de Chiquinha Gonzaga, a trupe se prepara para homenagear os dois maiores Nelsons da cultura brasileira: o Gonçalves e o Rodrigues.

Ainda em fase de construção, o espetáculo “Casa do meu Avô” é baseado nas canções de Nelson Gonçalves e nos textos de Nelson Rodrigues. Exceto por algumas apresentações-teste feitas em Mossoró, o espetáculo ainda não estreou oficialmente para o grande público. “Estamos dando os últimos retoques e procurando captar recursos”, informa Joriana Pontes, que não descarta a possibilidade de inscrever o novo projeto em editais públicos.

DivulgaçãoChiquinha Gonzaga escreveu a primeira marcha carnavalesca, Ô Abre Alas, de 1899.Chiquinha Gonzaga escreveu a primeira marcha carnavalesca, Ô Abre Alas, de 1899.
Sobre Chiquinha Gonzaga


Francisca Edwiges Neves Gonzaga, mais conhecida como Chiquinha Gonzaga (na foto aos 28 anos), nasceu no Rio de Janeiro em 17 de outubro de 1847, filha do general do Exército Imperial Brasileiro José Basileu Gonzaga com Rosa Maria Neves, uma negra de origem humilde.

Graças à influencia da mãe, tomou contato desde cedo rodas de lundu, umbigada e outros ritmos africanos. Em paralelo, fez seus estudos musicais formais com o Maestro Lobo. Aos 11, escreveu sua primeiro composição para o piano.

Mais tarde, Chiquinha Gonzaga se tornaria a compositora mais popular do país, autora da primeira marcha carnavalesca (“Ô Abre Alas”, de 1899). Foi também a primeira pianista de choro e a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil. Ao todo, é autora de mais de duas mil composições em gêneros variados como xaxado, polca, lundu, maxixes, fados e quadrilhas.

A compositora morreu aos 87 anos em 28 de fevereiro de 1935, às vésperas do Carnaval.
Postar um comentário

SUA RÁDIO ON-LINE, ON-TIME, FULL-TIME

Sua Rádio no Celular

AGENCIA

Rádio em Revista - uma publicação da Escola de Rádio

Comente no Face

Minha lista de blogs

RADIO DICAS

  • http://www.maquinadotempo.net/TutorialZaraRadio/Dicas-ZaraRadio.htm
  • http://marketingpublicidade.com/dicas-para-fazer-anuncios-de-radio

Linkd In